Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“O PS adiou, durante anos, um combate sério e rigoroso à corrupção”
Fernando Negrão lamentou a postura dos socialistas em relação ao fenómeno

Fernando Negrão afirmou, esta quinta-feira, que o “PS tem que se convencer que adiou, por anos, um combate sério e rigoroso à corrupção e que isso causou graves danos à economia, à credibilidade das autoridades, bem como à qualidade da democracia”.

O Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do PSD lembrou que “face às sucessivas resistências do PS no que respeita à discussão e apreciação de iniciativas concretas e exequíveis no combate à corrupção, o PSD decidiu avançar com a criação da Comissão Eventual para o Acompanhamento Político do Fenómeno da Corrupção, com o objectivo de criar e reforçar os mecanismos legislativos necessários a este combate”.

Na opinião do deputado as propostas apresentadas, durante o Plenário, demonstram que o PS sentiu-se “cercado e sem saída” e veio fazer o que os outros partidos fizeram em tempo oportuno. “Foi longo o esforço que todos fizemos para conseguir quase obrigar o PS a deixar de assobiar para o lado, enquanto quem investiga ia vendo reduzidos os seus meios, posta em causa a sua credibilidade e sentindo diminuir a sua capacidade de intervenção", acrescentou.

O social-democrata apontou vários dos erros dos diplomas que o Partido Socialista apresentou e deu como exemplo a proposta de excluir "os membros do Tribunal Constitucional da obrigação declarativa de rendimentos e património, o que faz sem dar qualquer explicação na respectiva exposição de motivos, quando a regra deve ser a de aumentar as entidades com essa obrigação e não diminuir".

No que diz respeito à prevenção, em especial na administração pública, o deputado considera “fundamental que o valor da 'integridade' seja verdadeiramente assumido pelas organizações e funcionários, o que terá como pressuposto indispensável, a exigência da constituição de um órgão forte e credível que tenha por missão despartidarizar a estrutura administrativa do estado”. Exemplo disso é a necessidade de as entidades reguladoras terem de sair da esfera do Governo e a urgência em tirar o Estado do mundo dos negócios.

22-04-2010 Partilhar Recomendar
Fernando Negrão responde ao pedido de esclarecimento feito por um deputado do Partido Socialista
19-07-2019
Lei do lobbying: este é o momento de parar para pensar
    Após o veto do Presidente da República, Álvaro Batista afirmou que o PSD prefere esperar 3 meses e decidir bem, do que correr o risco de correr mal.
19-07-2019
Emília Cerqueira louva trabalho desenvolvido pela Provedora de Justiça
    No debate do Relatório Anual, a deputada destacou a forma como a Provedora tratou o processo de indemnização às vítimas dos incêndios.
04-07-2019
Parlamento define princípios gerais de atribuição de abonos para apoio à atividade política dos deputados
    António Leitão Amaro afirmou que a solução encontrada resolve os problemas identificados, mas enfatizou que esta não era a solução defendida pelo PSD.
04-07-2019
Transparência: governo é o maior responsável pelo clima de descrédito que incide sobre os políticos
    No entender de Paulo Rios de Oliveira, o executivo socialista continua a ser parte do problema.
04-07-2019
Regime jurídico do acesso ao direito e aos tribunais nunca foi prioritário para o governo
    Andreia Neto adianta ainda que a proposta do executivo menoriza os advogados portugueses.
04-07-2019
Ao final de quatro anos, governo começa finalmente a identificar problemas
    Sara Madruga da Costa falava a propósito dos problemas no Instituto Nacional de Medicina Legal e nas perícias medico legais em Portugal.
04-07-2019
“Portugal continua a figurar nos relatórios internacionais como um mau aluno em matéria de combate à corrupção”
    Rui Cruz refere que o governo “não soube, ou não quis, dar mais força, profundidade e eficácia à investigação criminal”.
04-07-2019
Proposta do processo de inventário foi prometida durante 4 anos
    Emília Cerqueira considera que, ao apresentar a proposta nos últimos dias dos trabalhos parlamentares, o governo demonstra que afinal não o pretendia aprovar.
21-06-2019
“Este governo menosprezou a justiça”
    Emília Cerqueira enfatizou que estamos perante um “governo que não age por ação, só por reação”.
07-06-2019
Alterações ao Estatuto dos Deputados: há demasiados impedimentos para demasiadas classes profissionais
    Álvaro Batista frisou que esta proposta só agrada aos que “defendem que os políticos sejam todos funcionários dos partidos”.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas