Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Paulo Rios de Oliveira: Portugal apresenta um crescimento económico “miserável”
O deputado culpa o governo e defende uma efetiva descida de impostos e uma aposta no investimento.
Paulo Rios de Oliveira confrontou o Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital com os dados e as afirmações do executivo em relação ao crescimento económico. No debate do Programa do Governo, o social-democrata referiu que “quando o governo, orgulhoso, afirma que Portugal cresce mais do que a média europeia, está a induzir nos portugueses a ideia de que Portugal é o campeão do crescimento. E nós sabemos que não é verdade, Portugal cresce mais que a média porque cresce mais que os grandes países, mas quando nós nos comparamos com os países do «nosso campeonato», o nosso crescimento é mínimo, é miserável”.
O parlamentar enfatizou que Portugal tinha e tem de crescer mais. “Este crescimento não é suficiente e nós não podemos continuar a dizer aos portugueses que Portugal cresce mais que a média europeia, induzindo esta mentira montada em cima de uma verdade. Mas pior é que ao afirmar este facto induzimos outra conclusão: que este resultado é eficiente, deve orgulhar-nos e que nós não queremos melhor. Isto é mais perigoso”.
De seguida, Paulo Rios de Oliveira enfatizou que “o PSD tem outro caminho. Também achamos que o país tem de crescer e deve fazê-lo baseado em dois princípios: fiscal e de investimento e exportações. E quando se fala da baixa de impostos, o governo tem o cuidado de dizer no seu Programa que a baixa de impostos é baixa de impostos diretos. Ao dizer esta verdade está a esconder outra: o aumento dos impostos indiretos. Os portugueses, mais cedo do que tarde, perceberão que lhe estão a dar num bolso e estão a tirar no outro”.
Adianta o social-democrata que “o PSD defende uma efetiva descida de impostos e também defende e uma efetiva aposta no investimento. E para isso o Estado tem de ser indutor e exemplo de investimento, nomeadamente de investimento público”. Dirigindo-se ao governante, o parlamentar recordou que o investimento público nos últimos 4 anos foi sem qualificação. “O vosso passado não vos recomenda. Mas, mais do que isso, quando o Estado quer ser exemplo deve passar por pagar aos agentes económicos com quem se relaciona e não acumular dívidas para com eles”.
A terminar, Paulo Rios de Oliveira afirmou recear que com um Programa do Governo tão genérico “seja difícil de fiscalizar a ação do governo até que seja tarde de mais. Mas há uma certeza que começamos a ter: o segundo vinho vai ser pior que o primeiro”, rematou.

30-10-2019 Partilhar Recomendar
14-11-2019
Grupo Parlamentar do PSD elegeu Coordenadores e Vice-coordenadores
   
07-11-2019
PSD assume a presidência de cinco comissões parlamentares permanentes
    Luís Marques Guedes, António Topa, Firmino Marques, Pedro Roque e Fernando Ruas são os nomes indicados pelos sociais-democratas.
31-10-2019
PSD fará “oposição construtiva, dura, incisiva e implacável” na denúncia das “falhas da governação”
    Rui Rio reiterou que não seguirá uma política de “bota-abaixo”.
30-10-2019
Pedro Rodrigues alerta que o “governo se prepara para ser o campeão das promessas digitais”
    O deputado afirma que em vez de medidas concretas, o Programa do Governo traz um “conjunto de perplexidades, algumas dúvidas e uma série de incertezas”.
30-10-2019
Sandra Pereira diz que Programa do Governo “é uma completa desilusão” em matéria de violência doméstica
    A deputada refere que o Programa “é curto, vago, impreciso, não estabelece objetivos e não apresenta medidas concretas”.
30-10-2019
Bruno Coimbra: governação recente ficou marcada por “intenções, anúncios e pouca concretização”
    O parlamentar frisa que na área do ambiente é necessária uma governação corajosa.
30-10-2019
Luís Leite Ramos: este não é um Programa do Governo, mas um “catálogo de boas intenções”
    O social-democrata entende que estamos perante um “conjunto de generalidades”.
30-10-2019
Açores: António Ventura elencou o que ficou por fazer nos últimos 4 anos
    O deputado desafiou o governo a passar das palavras à ação.
30-10-2019
Emídio Guerreiro acusa o governo de se comportar como as lojas que aumentam os preços antes dos saldos
    Na base da acusação está a mudança das datas de encerramento das Centrais do Pego e de Sines.
30-10-2019
Fernando Negrão: “este será um Governo para gerir, não para governar”
    O parlamentar considera que o Programa do Governo “traz-nos uma mão cheia de nada”.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas