Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Imobilismo dos restantes partidos está a contribuir para o fim do sector do táxi
No debate da proposta do PSD, Emídio Guerreiro afirmou que sem alterações este setor está condenado.
“Há anos que este tema é recorrente em debates. Promessas foram feitas e hoje, quando pela primeira vez um partido entrega uma proposta estruturada para ser debatida no Plenário, os partidos desistem de debater isto. Nunca assisti a isto e é lamentável aquilo que ocorreu agora. Falam muito, prometem muito, mas para além de não apresentarem propostas que contribuam para o debate, nem sequer estão disponíveis para debater. Tenho vergonha de vós”. Foi com estas duras palavras que Emídio Guerreiro iniciou a sua intervenção, esta quinta-feira, no debate do Projeto de Lei do PSD que estabelece o regime jurídico da atividade de transporte público de aluguer em veículos automóveis ligeiros de passageiros.
De seguida, o Vice-Presidente da bancada do PSD recordou a greve levada a cabo pelos taxistas, há pouco mais de 6 meses, que terminou devido ao compromisso do governo de colocar esta matéria no pacote da descentralização. Também nessa altura, adianta o deputado, o PSD comprometeu-se a apresentar uma iniciativa e, contrariamente ao governo, o PSD cumpre a sua palavra.
Perante a acusação de que a proposta do PSD significa o fim do setor, o Emídio Guerreiro assegurou que, pelo contrário, esta iniciativa vem defender o setor e que o fim virá se se mantiver tudo como está. Para comprovar o seu ponto de vista, o parlamentar recorreu ao exemplo de um taxista que vai de Matosinhos levar um cliente ao aeroporto da Maia, mas que não pode trazer clientes por se tratar de um concelho diferente. Contudo, alerta, os veículos de transporte individual e remunerado de passageiros em veículos descaracterizados a partir de plataforma eletrónica podem trazer levar e trazer clientes sem qualquer problema. “Os senhores estão a contribuir para o fim do sector do táxi, pois estão a impedir que eles mudem as regras”.
Dirigindo-se à banca do PS, que afirmou ter propostas para o setor, o Vice da “bancada laranja”, deixou o desafio: “vamos fazer o que nunca foi feito. Vamos aprovar a proposta do PSD na generalidade e, na especialidade, vamos recolher os contributos. Este é o único documento capaz de, nesta legislatura, poder fazer uma intervenção no setor”.
A terminar, Emídio Guerreiro considerou que o imobilismo que se vê nos restantes partidos é sinónimo de falta de propostas e de que estes partidos são a favor do fim do sector do táxi.

21-03-2019 Partilhar Recomendar
31-05-2019
Governo sabia que estava a “enganar os portugueses” quando fazia cativações
    Fátima Ramos recordou as consequências das cativações nos transportes públicos.
31-05-2019
O PSD tem a obrigação de denunciar o caos em que se transformou todo o serviço de transporte público em Portugal
    Carlos Silva afirmou que o PSD tem a obrigação de dar voz aos cidadãos que se sentem prejudicados por este caos.
29-05-2019
Duarte Pacheco: linha ferroviária do Oeste “está numa situação caótica”
    O social-democrata recordou que o governo das esquerdas adiou as obras previstas no projeto de requalificação.
29-05-2019
Soflusa: Bruno Vitorino exige respeito pelas pessoas
    O social-democrata lamentou que os governantes que podem resolver os problemas continuem a “enfiar a cabeça na areia”.
29-05-2019
Transportes: “o governo tenta disfarçar as suas responsabilidades atrás de uma propaganda panfletária”
    Carlos Silva afirmou que os constantes anúncios do governo não saíram do papel.
13-05-2019
Cativações e cortes no investimento. “Chama a isto boa gestão das contas públicas?”
    Fernando Negrão acusou António Costa de fazer um “brilharete nas contas” à custa de corte no investimento.
08-05-2019
PSD defende a construção de uma ligação rodoviária em perfil de autoestrada entre Viseu e Coimbra
    Pedro Alves frisou que esta é a maior e mais urgente prioridade nacional em investimento rodoviário.
03-05-2019
“Pedro Marques passava os dias a anunciar comboios fantasmas e a repetir anúncios”
    De acordo com Carlos Silva tudo acabou “num verão catastrófico, com comboios a caírem aos bocados e a serem suprimidos”.
03-05-2019
“Nunca um governo fez tão pouco investimento público”
    Fátima Ramos considera que “os portugueses foram condenados à degradação dos Serviços Públicos”.
03-05-2019
“BE assiste tranquilamente ao descarrilamento do setor ferroviário”
    Helga Correia acusou a esquerda ter “fechado os olhos e aplaudido” as cativações.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas