Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Governo está a falhar na execução dos fundos comunitários e a prejudicar Portugal
António Costa e Silva criticou a baixíssima taxa de execução do executivo.
Segundo António Costa da Silva o Primeiro-Ministro e o ex-Ministro Pedro Marques – “o pior ministro que passou por este Governo” - têm repetido vezes sem conta, e de uma forma claramente enganadora, que a execução de fundos do PT2020 tem sido muito boa. Contudo, enfatiza o Vice-Presidente da bancada do PSD, “uma mentira é, e sempre será, uma mentira”.
No Debate de Atualidade, requerido pelo PSD, sobre a Execução dos Fundos Comunitários, o social-democrata procurou desfazer, de seguida, a enganadora mensagem de que o governo herdou uma situação na execução dos fundos comunitárias muito baixa. “Vamos então clarificar: em abril de 2016 a Comissão Europeia enviou um documento ao Parlamento Europeu referente a verbas executadas do PT2020. Portugal aparece como o Estado-Membro com mais fundos executados. Nesse período lá ouvíamos as vozes, em sintonia, do Primeiro-ministro António Costa e do então Ministro Pedro Marques, que o governo então liderado pelo PSD só tinha ainda entregue 4 milhões de euros às empresas portuguesas. Mais fakenews. Grande especialidade socialista. A verdade, e a verdade só há uma, é que a execução dos fundos é agora mais baixa do que no período correspondente do QREN. No período em que este governo entrou em funções a taxa de execução do PT 2020 era bem superior ao então período homologo do QREN. Para enganar os portugueses, espalhando ainda mais a confusão, os senhores gostam de misturar pagamento com execução. É que entre projetos aprovados e dinheiro realmente executado vai uma gigantesca distância. Na realidade, os senhores estão a falhar na execução dos fundos comunitários. Prejudicam claramente Portugal”.
Outra das falácias do governo, adianta o deputado, prende-se com a atual situação portuguesa na execução/pagamentos de fundos. “Foi referido muito recentemente pelo Primeiro-Ministro que Portugal era o 2.º país melhor classificado. E claro, Pedro Marques não esteve pelos ajustes, em segundo lugar não: Portugal é o 1.º país em matéria de execução. Entretanto, ao verificarmos a realidade, nada é assim. Numa informação apresentada pela Comissão Europeia datada de 31 de janeiro e enviado ao Parlamento Europeu a 11 de fevereiro último, Portugal é sim o 7.º atrás. Portugal tem apenas os baixíssimos 33% de execução, tal como a Grécia e Espanha. A habilidade é sempre a mesma, António Costa e o sou ex-ministro Pedro Marques comparam apenas com os países da mesma dimensão”.
Para António Costa da Silva “esta execução vem demonstrar com toda a clareza porque é que o investimento em Portugal bate recordes históricos negativos. “Esta fraca execução é a evidência da falta de funcionamento das nossas Infraestruturas públicas. É por isso que a nossa ferrovia não funciona, e nos deparamos com a supressão de comboios e de muitos dos seus atrasos. É por isso que caem os motores dos comboios e as cantonárias também caem. É por isso que os nossos hospitais, as nossas escolas e muitas Infraestruturas públicas se encontram em franca degradação”.
A terminar, o Vice-Presidente da “bancada laranja” enfatizou que “este é um governo poucochinho, também na execução dos fundos comunitários. É um Governo que os portugueses não se vão esquecer, mas pelas piores razões”.

15-03-2019 Partilhar Recomendar
14-11-2019
Grupo Parlamentar do PSD elegeu Coordenadores e Vice-coordenadores
   
10-05-2019
Fundo de Solidariedade Europeu: atitude do Governo foi “vergonhosa, egoísta e imoral”
    António Costa Silva revelou que “mais de metade do montante do Fundo de Solidariedade foi aplicado em despesas que deviam ser assumidas pelo Orçamento do Estado”.
05-04-2019
Fundos Comunitários: Portugal regista uma “execução desastrosa”
    António Costa Silva contraria a propaganda do governo e fala numa execução de apenas 33%.
15-03-2019
Planeamento: mudou o Ministro, mas mantêm-se os anúncios, propaganda e meias-verdades
    Luís Leite Ramos considerou ainda que nenhum governo foi “tão centralista como este”.
22-02-2019
O governo falhou o objetivo de evitar perdas de fundos comunitários
    António Costa da Silva lamenta a incapacidade do executivo em garantir esta importante prioridade.
22-02-2019
PSD exige ao governo que coloque a agricultura, a floresta, o Interior e o Mundo Rural no topo das suas preocupações
    A exigência foi deixada por António Lima Costa no Plenário.
22-02-2019
Fundos de Coesão: Portugal viu a sua verba diminuída em 7%
    Duarte Marques considera que a negociação feita pelo Ministro Pedro Marques “foi péssima”.
22-02-2019
Fundos Comunitários: ausência de capacidade negocial do governo está patente na diminuição do pacote financeiro para Portugal
    Emília Cerqueira lamenta que o governo se tenha conformado com o que os parceiros europeus lhe iam impondo.
30-05-2018
Fundos Comunitários: governo deve ter uma posição firme e defender com intransigência os interesses de Portugal
    Ana Oliveira considera que a proposta apresentada pela Comissão Europeia não favorece Portugal.
30-05-2018
Fundos Comunitários: Regiões Ultraperiféricas devem ser favorecidas
    António Ventura defendeu o reforço das verbas do Programa POSEI para os Açores e Madeira.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas