Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
PSD não desiste da criminalização do enriquecimento ilícito
Andreia Neto refere que o PSD não se cansará de continuar a procurar uma solução para criminalizar esse tipo de comportamentos.
O Parlamento apreciou, esta quarta-feira, uma Petição que propõe a realização de um Referendo sobre o enriquecimento injustificado e a delação premiada. Em nome do PSD, Andreia Neto começou por saudar os peticionários pela iniciativa que, embora não abra nenhum processo legislativo, assume sempre o propósito de alertar aqueles que são os representantes dos cidadãos. Para os peticionários, recorda a deputada, um referendo com este enunciado “está totalmente de acordo com todos os programas eleitorais que todos os partidos apresentaram e que pretendem reduzir a corrupção”.
De seguida, a parlamentar frisou que “o PSD tem lutado pela transparência nas instituições. Aliás, a criminalização do enriquecimento ilícito é uma matéria que é muito nossa. Acreditamos que o estabelecimento da confiança nas instituições só se faz quando há confiança nos agentes políticos e esse é um instrumento que temos repetidamente dito que faz falta ao ordenamento jurídico português. E o PSD não se cansará de continuar a procurar uma solução que possa ir ao encontro daquilo que é a jurisprudência constitucional e, de alguma forma, encontre alguma norma jurídica que possa criminalizar esse tipo de comportamentos. De um Estado exclusivamente orientado, na sua ação, pela defesa do interesse público”.
A propósito do enriquecimento injustificado, Andreia Neto recordou aos peticionários que está em funcionamento a Comissão Parlamentar Eventual sobre Transparência, que tem em mãos três propostas que defendem a penalização do enriquecimento injustificado. “Uma figura legal que não existe no ordenamento jurídico português, mas que já leva também um longo trabalho aqui na Assembleia da República”.
A terminar, Andreia Neto afirmou que o Grupo Parlamentar do PSD entende positivo o debate suscitado pelos peticionários acerca das convicções que são expostas, nomeadamente no que diz respeito ao combate à corrupção e da existência de legislação que permita uma eficaz investigação e punição dos respetivos responsáveis. “Defendemos, porém, que é fundamental perceber se estas figuras em causa são compatíveis nos termos em que são apresentados com os princípios fundamentais do Estado de Direito. Estaremos sempre presentes para um debate desde que seja para fazer um caminho positivo”, concluiu a deputada.
16-01-2019 Partilhar Recomendar
28-05-2020
Covid-19: Estabelecimento Prisional de Vale de Judeus não está a cumprir procedimentos de segurança
    Os deputados do PSD pedem esclarecimentos ao Governo sobre o cumprimento das normas da Direção-Geral de Saúde para os reclusos que estão a regressar aos estabelecimentos prisionais.
21-05-2020
“Banalizar a defesa da honra seria desonrar a liberdade”
    Artur Soveral Andrade considera que permitir a difamação, injúria e calúnia não é algo aceitável.
21-05-2020
Justiça: é prioritário o reforço de meios técnicos e humanos para o combate à criminalidade de “colarinho branco”
    Mónica Quintela lembrou que este tipo de criminalidade é cada vez mais sofisticada.
07-05-2020
Setor da justiça deve retomar a sua atividade de forma progressiva e gradual
    Carlos Peixoto refere que essa retoma não pode sacrificar nem a segurança das pessoas nem a fiabilidade das decisões judiciais.
06-05-2020
Alteração ao Estatuto da Ordem dos Advogados é “inteiramente justificada”
    Artur Soveral Andrade manifestou o apoio do PSD a uma iniciativa que visa desbloquear um problema nos Estatuto da Ordem dos Advogados.
06-05-2020
“A violência doméstica é um crime hediondo que merece o mais vivo repúdio”
    Mónica Quintela considera que "o que é preciso para combater a violência doméstica é proteger as vítimas, é dotar os tribunais de recursos humanos, materiais e técnicos necessários que tanta falta fazem e que o governo tem esquecido”.
05-05-2020
Fim de medidas excecionais para reclusos quando terminar a fase de calamidade
    O PSD defende que as medidas excecionais de flexibilização de execução de penas devido à pandemia de covid-19 devem terminar quando o País ultrapassar a situação de calamidade.
29-04-2020
Advogados devem ser contemplados pelos apoios extraordinários prestados aos trabalhadores independentes
    Mónica Quintela mostra-se preocupada com “a precariedade e a situação difícil” dos advogados.
06-04-2020
Covid-19: PSD defende medidas urgentes de apoio a advogados e solicitadores
    O grupo parlamentar do PSD está preocupado com a “total desproteção dos advogados e solicitadores” no quadro das medidas de apoio aos trabalhadores independentes implementadas pelo Governo
31-03-2020
Covid-19: PSD pede clarificação do Governo sobre libertação de reclusos
   
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
28-05-2020 Sessão Plenária
29-05-2020 Comissões parlamentares
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas