Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“O PSD deu um contributo significativo para uma nova era na valorização da justiça administrativa em Portugal”
Contudo, Sara Madruga da Costa frisou que ainda há muito a fazer para acabar com o congestionamento e com a morosidade da justiça.
O Parlamento apreciou, esta quarta-feira, uma Proposta de Lei do governo sobre a alteração ao Estatuto dos Tribunais Administrativos e Fiscais. Sara Madruga da Costa, participando no debate em nome do PSD, começou por recordar que nos últimos vinte anos foram inúmeras as alterações legislativas e as iniciativas tomadas com o propósito de melhorar e agilizar a eficiência e a celeridade da jurisdição administrativa e fiscal. Recorda a parlamentar que em 2015 “o PSD deu um contributo significativo para uma nova era na valorização da justiça administrativa em Portugal, com a revisão do Código de Procedimento Administrativo, do Estatuto dos Tribunais Administrativos e Fiscais e com o Código de Processos nos Tribunais Administrativos. Estas reformas foram fundamentais para a melhoria e para a modernização do sistema jurídico administrativo e fiscal, foram imprescindíveis para uma maior confiança na justiça e para uma Administração mais aberta, mais transparente e mais eficiente”.
Manifestando a disponibilidade do PSD para contribuir para a melhoria da justiça administrativa e fiscal, a social-democrata deu a conhecer a concordância do PSD com a Proposta, já que reconhece um dos principais problemas da justiça administrativa: os atrasos e o congestionamento dos tribunais administrativos e fiscais. “Para além de ter o mérito de tentar encontrar soluções para melhorar a eficiência dos tribunais e os atrasos através da especialização dos tribunais, princípio este da especialização há muito defendido pelo PSD.
Aliás estamos perante um decalque ou uma cópia do que foi levado a cabo pelo governo do PSD nos tribunais comuns”.
Contudo, adianta Sara Madruga da Costa, a grande questão que se coloca é a de saber se a presente proposta é suficiente para atingir os objetivos pretendidos em matéria de recuperação de pendências processuais e para que num futuro os processos sejam decididos em prazos razoáveis. “Temos muitas dúvidas que a presente proposta do governo vá ao fundo do problema. Há um consenso sobre o diagnóstico da justiça administrativa e fiscal em Portugal, é conhecido o défice de juízes, de procuradores e funcionários judiciais e as carências dos tribunais administrativos. A resolução dos atuais problemas, não parece depender única e exclusivamente de uma revisão da legislação ou de uma verdadeira reforma da justiça, mas da necessidade de dotar os tribunais de mais meios, mais juízes, mais procuradores e mais funcionários judiciais e da recuperação das pendências dos processos mais antigos”.
A terminar, Sara Madruga da Costa frisou que é preciso fazer muito mais para acabar com o congestionamento e com a morosidade da justiça administrativa e fiscal. “O contencioso administrativo é fundamental para o exercício dos direitos fundamentais dos cidadãos”, referiu.

09-01-2019 Partilhar Recomendar
14-11-2019
Grupo Parlamentar do PSD elegeu Coordenadores e Vice-coordenadores
   
19-07-2019
Lei do lobbying: este é o momento de parar para pensar
    Após o veto do Presidente da República, Álvaro Batista afirmou que o PSD prefere esperar 3 meses e decidir bem, do que correr o risco de correr mal.
19-07-2019
Emília Cerqueira louva trabalho desenvolvido pela Provedora de Justiça
    No debate do Relatório Anual, a deputada destacou a forma como a Provedora tratou o processo de indemnização às vítimas dos incêndios.
04-07-2019
Parlamento define princípios gerais de atribuição de abonos para apoio à atividade política dos deputados
    António Leitão Amaro afirmou que a solução encontrada resolve os problemas identificados, mas enfatizou que esta não era a solução defendida pelo PSD.
04-07-2019
Transparência: governo é o maior responsável pelo clima de descrédito que incide sobre os políticos
    No entender de Paulo Rios de Oliveira, o executivo socialista continua a ser parte do problema.
04-07-2019
Regime jurídico do acesso ao direito e aos tribunais nunca foi prioritário para o governo
    Andreia Neto adianta ainda que a proposta do executivo menoriza os advogados portugueses.
04-07-2019
Ao final de quatro anos, governo começa finalmente a identificar problemas
    Sara Madruga da Costa falava a propósito dos problemas no Instituto Nacional de Medicina Legal e nas perícias medico legais em Portugal.
04-07-2019
“Portugal continua a figurar nos relatórios internacionais como um mau aluno em matéria de combate à corrupção”
    Rui Cruz refere que o governo “não soube, ou não quis, dar mais força, profundidade e eficácia à investigação criminal”.
04-07-2019
Proposta do processo de inventário foi prometida durante 4 anos
    Emília Cerqueira considera que, ao apresentar a proposta nos últimos dias dos trabalhos parlamentares, o governo demonstra que afinal não o pretendia aprovar.
21-06-2019
“Este governo menosprezou a justiça”
    Emília Cerqueira enfatizou que estamos perante um “governo que não age por ação, só por reação”.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas