Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Processos de institucionalização de crianças e jovens em risco devem ter sempre em conta o superior interesse da criança
Andreia Neto defendeu que este tema deve ser debatido de forma mais alargada e associado a outros temas que também estão em processo de revisão.
O Parlamento debateu, esta quinta-feira, um Projeto de Lei do PCP que quer salvaguardar a decisão de aplicação da medida de colocação, das crianças e jovens em perigo, de eventuais conflitos de interesse, impedindo que quem participe, a qualquer título, em processos de decisão administrativos ou judiciais, que determine a institucionalização de crianças ou jovens em risco integre direta ou indiretamente os órgãos sociais de instituições de qualquer natureza que tenham por objeto acompanhar ou promover soluções de institucionalização. Em nome do PSD, Andreia Neto interveio no debate afirmando que para os sociais-democratas esta é sempre uma preocupação, se a decisão não for isenta de outros interesses que não o superior interesse da criança. “Entendemos, porém, que importa olhar para os dados do relatório das atividades da CPCJ de 2017, que contraria a ideia apresentada neste Projeto de Lei, e que revela que 90% das medidas aplicadas são em meio natural de vida, sendo que as medidas de colocação serão o último recurso utilizado pela CPCJ”. Adianta a parlamentar que esta Comissão alerta também para o facto de o Projeto de Lei referir apenas os membros dos órgãos sociais das instituições e não os seus técnicos que são quem está, na prática, nas Comissões Restritas. “A CPCJ considera até que o Projeto de Lei, nos moldes em que está apresentado, não terá os efeitos desejados ao nível da transparência ao limitar apenas aos membros dos órgãos sociais a possibilidade de participar e decidir nas medidas de colocação de promoção e proteção”.
Depois de recordar que esta questão foi levantada no âmbito da apreciação da Petição «NÃO ADOTEM ESTE SILÊNCIO – Adoções ilegais da IURD», Andreia Neto concluiu a sua intervenção frisando que o PSD considera que este debate deve ser alargado, até porque se aguarda o agendamento de um conjunto de audições já aprovadas, acerca do regime de proteção de crianças e jovens, e do instituto da adoção, bem como sobre os procedimentos e práticas atuais apurados no âmbito da Petição 460 que apontam para a continuação de falhas no respeito dos direitos fundamentais, designadamente, de crianças e progenitores. “O PSD, atento a todo este contexto, não tem duvidas que esta discussão deve ser mais alargada e não discutida de uma forma isolada”, sentenciou a parlamentar.

04-01-2019 Partilhar Recomendar
28-05-2020
Covid-19: Estabelecimento Prisional de Vale de Judeus não está a cumprir procedimentos de segurança
    Os deputados do PSD pedem esclarecimentos ao Governo sobre o cumprimento das normas da Direção-Geral de Saúde para os reclusos que estão a regressar aos estabelecimentos prisionais.
21-05-2020
“Banalizar a defesa da honra seria desonrar a liberdade”
    Artur Soveral Andrade considera que permitir a difamação, injúria e calúnia não é algo aceitável.
21-05-2020
Justiça: é prioritário o reforço de meios técnicos e humanos para o combate à criminalidade de “colarinho branco”
    Mónica Quintela lembrou que este tipo de criminalidade é cada vez mais sofisticada.
07-05-2020
Setor da justiça deve retomar a sua atividade de forma progressiva e gradual
    Carlos Peixoto refere que essa retoma não pode sacrificar nem a segurança das pessoas nem a fiabilidade das decisões judiciais.
06-05-2020
Alteração ao Estatuto da Ordem dos Advogados é “inteiramente justificada”
    Artur Soveral Andrade manifestou o apoio do PSD a uma iniciativa que visa desbloquear um problema nos Estatuto da Ordem dos Advogados.
06-05-2020
“A violência doméstica é um crime hediondo que merece o mais vivo repúdio”
    Mónica Quintela considera que "o que é preciso para combater a violência doméstica é proteger as vítimas, é dotar os tribunais de recursos humanos, materiais e técnicos necessários que tanta falta fazem e que o governo tem esquecido”.
05-05-2020
Fim de medidas excecionais para reclusos quando terminar a fase de calamidade
    O PSD defende que as medidas excecionais de flexibilização de execução de penas devido à pandemia de covid-19 devem terminar quando o País ultrapassar a situação de calamidade.
29-04-2020
Advogados devem ser contemplados pelos apoios extraordinários prestados aos trabalhadores independentes
    Mónica Quintela mostra-se preocupada com “a precariedade e a situação difícil” dos advogados.
06-04-2020
Covid-19: PSD defende medidas urgentes de apoio a advogados e solicitadores
    O grupo parlamentar do PSD está preocupado com a “total desproteção dos advogados e solicitadores” no quadro das medidas de apoio aos trabalhadores independentes implementadas pelo Governo
31-03-2020
Covid-19: PSD pede clarificação do Governo sobre libertação de reclusos
   
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
02-06-2020 Comissões parlamentares
03-06-2020 Debate quinzenal com o Primeiro-Ministro
03-06-2020 Comissões parlamentares
04-06-2020 Sessão Plenária
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas