Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“A apresentação de iniciativas legislativas deve decorrer de um princípio de utilidade e não de uma qualquer conveniência política de ocasião”
O “recado” foi deixado por Isaura Pedro no Plenário.
No debate de duas iniciativas sobre a proteção da mulher na gravidez, Isaura Pedro reconheceu que ambos os diplomas abordam uma matéria importante, qual seja a dos direitos das mulheres em matéria de proteção na maternidade. Segundo a deputada, “esta matéria assume ainda um relevo especial na sociedade portuguesa num tempo em que o Pais se debate com o grave problema da baixa natalidade, uma questão que mereceria do Governo medidas audazes e vigorosas mas que, infelizmente, não consta da preocupação das esquerdas parlamentares”.
Contudo, adianta a parlamentar, o PSD não pode deixar de expressar algumas dúvidas a respeito das iniciativas em presença, na parte em que os desideratos que as mesmas propalam podem ser comprometidos pelas soluções concretas que contêm. “Com efeito, parece-nos que, alterar ao fim de apenas quatro anos, mais uma vez, a Lei n.º 15/2014, de 21 de março, diploma que consolida a legislação em matéria de direitos e deveres do utente dos serviços de saúde, pode comprometer, ao contrário do pretendido, o caráter consolidante que esteve na base da aprovação da referida lei. Por outro lado, não podem deixar os autores das iniciativas hoje em presença deixar de ter em conta a eventual contradição entre as mesmas e outros projetos em apreciação parlamentar. Com efeito, propõe-se agora a revogação de diversos artigos da já referida Lei n.º 15/2014, quando aqueles diplomas, contrariamente, os alteram ou lhes aditam mesmo novos artigos”.
Tendo em conta esta realidade, Isaura Pedro considera que estas questões deviam ter sido previamente ponderadas pelo PS e pelo PAN. “A apresentação de iniciativas legislativas deve decorrer de um princípio de utilidade, de oportunidade e de necessidade e não de uma qualquer conveniência política de ocasião. Para o PSD, a natalidade é um assunto sério – diria mesmo determinante para o nosso futuro coletivo – e merece uma abordagem que não comprometa os objetivos que diz prosseguir”.
A terminar, a social-democrata fez um apelo para que os partidos que apresentaram propostas nesta matéria tenham isso presente no contexto do processo legislativo parlamentar que envolve os Projetos de Lei hoje em discussão e os que já aqui se encontram.

20-12-2018 Partilhar Recomendar
19-02-2020
“Os portugueses têm assistido a uma crescente e evidente deterioração das condições de acesso ao SNS”
    Sandra Pereira refere que essa deterioração é particularmente visível nas cirurgias, consultas hospitalares de especialidade e nos exames complementares de diagnóstico e terapêutica.
12-02-2020
Inoperacionalidade dos helicópteros do INEM compromete meios de socorro às populações
    Os deputados do PSD estão preocupados com uma série de falhas detetadas no sistema de emergência médica helitransportada do INEM.
12-02-2020
É inadmissível que existam hospitais do SNS que não adquiram os medicamentos que os seus doentes precisam
    Álvaro Almeida fala numa “falta de financiamento” que resulta em problemas no acesso aos cuidados de saúde.
06-02-2020
Deputados do PSD reclamam nomeação de diretor clínico para o Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga
    António Topa, Helga Correia e Carla Madureira e questionaram a Ministra da Saúde.
05-02-2020
PS votou contra a criação de camas de cuidados continuados
    Álvaro Almeida criticou a irresponsabilidade dos socialistas.
04-02-2020
Álvaro Almeida: propostas do PSD garantem um acesso mais atempado e equitativo dos portugueses aos serviços de saúde
    O deputado considera que o problema da falta de acesso dos utentes aos serviços do SNS é a marca da governação falhada do PS na área da saúde.
03-02-2020
PSD defende uma redução de 15% dos custos com médicos tarefeiros
    Rui Cristina recordou que a própria Ministra da Saúde descreveu esta situação como “um cancro que está a percorrer o SNS”.
10-01-2020
650 mil portugueses sem médico de família comprovam o falhanço da governação socialista
    Referindo-se às promessas do governo, Rui Cristina lembrou igualmente o novo hospital do Algarve que continua sem sair do papel.
10-01-2020
Governo infligiu uma degradação sem precedentes ao SNS
    Alberto Machado denunciou as consequências das cativações no setor da saúde.
10-01-2020
Ricardo Baptista Leite: “este é um Orçamento que faz mal à saúde”
    O Vice-Presidente da bancada do PSD alerta que os portugueses assistirão, em 2020, à continuação da deterioração do Serviço Nacional de Saúde.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas