Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Margarida Mano: “a educação não foi nem é uma aposta para este governo”
A deputada considera que, também na área da educação, “o Orçamento é mais uma oportunidade perdida”.
Frisando que quem manda no orçamento da Educação é o Ministro das Finanças, Margarida Mano afirmou esta segunda-feira que “o Orçamento é mais uma oportunidade perdida”. No debate na generalidade do Orçamento para 2019, a Vice-Presidente da bancada do PSD referiu que existem várias diferenças entre o governo e o PSD, sendo que a principal “diferença de atitude que existe entre nós é a ambição. O PSD representa um país com ambição, que olha para o futuro e quer ser um Portugal melhor num mundo melhor. Esta ambição não enjeita a importância do deficit zero, mas aspiraria a um superavit estrutural. Esta ambição não aceita que o investimento em Educação seja de 2.2%, quando em 2015 era de 4.8%”.
De seguida, a parlamentar afirmou que as diferenças ideológicas traduzem-se em escolhas que desperdiçam a oportunidade. “São escolhas de um caminho de ilusão, de irresponsabilidade dos partidos que apoiam o governo. São escolhas erradas de diminuição do investimento público na formação das gerações para o futuro; de utilização de receita excecional para cobrir despesa corrente; de injustiça territorial para com os cidadãos dos territórios de baixa densidade e de medidas populistas que criam iniquidade social”.
É um orçamento de “medidas eleiçoeiras” refere a deputada, citando o insuspeito ex-eurodeputado socialista Vital Moreira.
Na Educação e no Ensino Superior são introduzidas medidas que “vão beneficiar quem menos precisa à custa dos que de mais ajuda carecem. Veja-se a redução do valor da propina máxima: é uma medida que não facilita a vida aos mais carenciados, que já recebem bolsa, e que de forma perversa, ao baixar o limite de rendimento, retira cerca de 1500 bolseiros ao sistema. Justiça social significaria usar esses 50 milhões de euros em Ação Social e em alojamento”.
Estes e outros dados demonstram, na opinião de Margarida Mano, que “a educação não foi nem é uma aposta para este governo. Pelos dados que este Orçamento revela, e também pelos que não revela, como é possível dizer que a educação foi uma aposta desta legislatura quando nos apresenta um orçamento pouco rigoroso e a níveis de investimento inferiores a 2015? A situação é insustentável e pede ações decisivas, estruturais, ao invés de opções de curto prazo, que nos distraem do fundamental da governação: saber elevar Portugal ao estatuto que merece no mundo, ao invés de apenas gerir um status quo”.

30-10-2018 Partilhar Recomendar
23-04-2010
PSD contra modelo de avaliação dos professores para Concurso 2010/2011
    Deputados alertam para problemas de um processo de avaliação “que não teve uma linha condutora coerente e equilibrada”
23-04-2010
PSD pede ao Governo que não publique a lista de graduação dos professores
    Emídio Guerreiro solicitou ao Governo que proceda desta forma enquanto não estiverem eliminadas todas as injustiças no concurso dos professores
22-04-2010
OPINIÃO / A escola em Permiö
    «Os professores têm um horário de 36 horas semanais, aulas e actividades (incluindo preparação de aulas). Os alunos começam às 8.00h e terminam às 14.00h. Depois das 14 horas, os alunos calendarizam actividades como a música, o teatro ou o desporto. Podem pedir sessões de apoio aos professores.
15-04-2010
Processo da candidatura dos professores preocupa os sociais-democratas
    Emídio Guerreiro afirmou que o PSD está preocupado com este caso e, mais uma vez, ao lado dos professores
15-04-2010
Antonieta Guerreiro coordena Grupo de Trabalho de Educação para a Saúde
    Deputada do PSD vai procurar dotar as pessoas de atitudes e valores que as ajudem a fazer opções e a tomar decisões adequadas à promoção e prevenção da nossa saúde física e mental.
08-04-2010
PSD exige medidas urgentes na Escola EB 2,3 EI Rei D. Manuel I
    Deputados descrevem as graves deficiências do estabelecimento de ensino.
08-04-2010
João Prata espera não serem necessárias mais manifestações de professores para que os problemas sejam resolvidos
    Deputado do PSD lamentou que os deputados tenham de estar constantemente a alterar as leis do passado em vez de planear o futuro
08-04-2010
Situação do Ensino Especial preocupa o PSD
    Raquel Coelho lembrou as medidas do Governo que deixaram milhares de jovens com necessidades educativas especiais sem os necessários apoios especializados
30-03-2010
Amadeu Albergaria exige avaliação de necessidades antes de entregar escolas às autarquias
    Audição com a ministra da Educação
30-03-2010
Paulo Cavaleiro questiona provisão de fundos para modernização e manutenção do parque escolar
    Audição à ministra da Educação
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas