Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Hospital da Madeira: deputados do PSD eleitos pela Região exigem a correção da decisão do Conselho de Ministros
Os sociais-democratas exigem que António Costa honre o compromisso assumido de financiar a obra em 50%.
Sara Madruga da Costa, Rubina Berardo e Paulo Neves, deputados do PSD eleitos pela Região Autónoma da Madeira, exigiram ao Primeiro-Ministro, ao Ministro das Finanças e ao Ministro da Saúde a correção da decisão constante da Resolução do Conselho de Ministros, publicada no dia 10 de outubro, relativa aos montantes do financiamento da construção do Hospital da Madeira e a concretização do compromisso assumido com os madeirenses do pagamento de 50% da referida obra.
Sara Madruga da Costa explicou que o PSD tudo fará para pressionar o Governo da República a cumprir com a palavra dada e que, com as perguntas regimentais entregues na Assembleia da República, exige a imediata correção da decisão dos cerca de 30% para os 50% do financiamento da construção do Hospital da Madeira ainda antes da aprovação da Proposta de Lei do Orçamento do Estado.
Esta correção é, para Sara Madruga da Costa, “da mais inteira justiça e deve ocorrer ainda antes da aprovação da Proposta de Lei do próximo Orçamento do Estado de 2019 que será apresentado na próxima segunda-feira, já que corresponde a um compromisso legal assumido pelo Governo da República à Região Autónoma da Madeira, compromisso este que está vertido no Orçamento do Estado para 2018”, referiu.
Para além de exigirem que António Costa honre com o compromisso assumido do financiamento de 50%, os deputados do PSD questionam o fundamento legal e a legitimidade política do Governo Socialista para deduzir do valor de avaliação global, o valor devoluto dos Hospitais Dr. Nélio Mendonça e dos Marmeleiros e perguntam pelo IVA dos valores inscritos na Resolução do Conselho de Ministros.
Para os deputados do PSD “é incompreensível que o Governo socialista não assuma o pagamento do IVA”.

12-10-2018 Partilhar Recomendar
15-02-2019
Governo empata esquadra da Ponta do Sol com mudança do local
    Sara Madruga da Costa afirmou que “existe uma estratégia para adiar a resolução deste problema”.
08-02-2019
“Participação dos cidadãos no processo de decisão em saúde é fundamental para se alcançarem decisões justas, equilibradas e transparentes”
    Essa preocupação, adianta Isaura Pedro, está refletida na Lei de Bases da Saúde que o PSD apresentou.
08-02-2019
“Requisição civil decretada simboliza a falência da capacidade negocial de um governo em desespero”
    Ângela Guerra apelou ao governo para que “emende a mão” e deixe de tentar “virar portugueses contra portugueses”.
08-02-2019
Hospital do Senhor do Bonfim é o espelho do “exagero, irresponsabilidade e irracionalidade” da governação socialista
    Simão Ribeiro colocou em evidência “a diferença abissal” entre as promessas socialistas e a realidade.
07-02-2019
“PS e PCP abandonam trabalhadores dos matadouros da Madeira”
    A acusação foi deixada por Sara Madruga da Costa após uma visita ao Centro de Abate da Região Autónoma da Madeira.
06-02-2019
“Aguardar 1000 dias por uma consulta é fortalecer o SNS?”
    No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, Fernando Negrão lamentou que António Costa não “sinta vergonha de ter feito parte do governo que deixou o país em bancarrota”.
01-02-2019
Deputados do PSD eleitos pela Madeira confrontam o governo com a discriminação dos trabalhadores da RTP-M
    Os sociais-democratas referem que os trabalhadores da RTP-M foram os únicos a ficar de fora do PREVPAP.
01-02-2019
Transporte não urgente de doentes: PSD defende um regime justo, equilibrado e que respeite as necessidades dos utentes
    Ana Oliveira teceu críticas às iniciativas apresentadas pelo BE, PEV e PCP.
01-02-2019
PSD apoia a criação de um Registo Nacional de Esclerose Múltipla
    José António Silva elencou as mais-valias da criação deste registo.
31-01-2019
Funções dos Técnicos Auxiliares de Saúde justificam a existência de uma carreira própria
    Miguel Santos afirmou que a reintegração destes profissionais nas carreiras especiais da saúde não pode continuar a ser adiada pelo governo.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas