Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Deputados do PSD prometem intervir para apressar reabilitação ou reconstrução do posto da GNR de Oliveira do Bairro
Os parlamentares visitaram as instalações e constataram que estas não apresentam condições mínimas de dignidade.
Os deputados do PSD eleitos por Aveiro vão promover as medidas legislativas possíveis para desencadear o processo de reabilitação ou reconstrução do posto da GNR de Oliveira do Bairro. Os deputados aveirenses visitaram, esta segunda-feira, as instalações e constataram a falta de dignidade a que os militares são sujeitos para desenvolver o seu trabalho.
O quartel é de 1978, tendo estado demasiado tempo apenas com a estrutura construída, o que lhe provocou danos estruturais, apresentando, ainda hoje, patologias que só com muito dinheiro poderão ser debeladas. Numa visita guiada pelo comandante do destacamento de Anadia – a que este posto está agregado – facilmente se constatou que, além dos referidos problemas, o quartel foi mal concebido, revelando-se nada funcional, com espaços exíguos e sem condições mínimas.
“As condições que encontrámos são inauditas. É impossível desenvolver um trabalho com dignidade, pelo que os militares são uns heróis, por irem contornando as dificuldades”, comentou António Topa, coordenador dos deputados do PSD/Aveiro, no final de uma visita que incluiu os deputados Amadeu Albergaria, Bruno Coimbra, Helga Correia, Susana Lamas, Rui Cruz, e dois vereadores da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, eleitos pelo PSD.
O deputado aveirense prometeu “levantar a questão no sítio certo, usando todas as iniciativas parlamentares disponíveis”, considerando que, “além das condições estruturais, o edifício foi mal concebido, sendo impressionante a falta de funcionalidade”.
No final da visita, António Topa admitiu, mesmo, que, em função do que viu, “valeria a pena equacionar-se a possibilidade de construir um edifício de raiz”, que, na sua opinião, “não deveria custar muito mais dinheiro do que recuperar um edifício em tão mau estado e tão pouco funcional para os fins a que se destina”.
O posto da GNR de Oliveira do Bairro lida com um nível de criminalidade considerado alto e, dado que cobre uma área fortemente industrializada, é o crime contra o património que surge à frente. Servindo cerca de 20.000 habitantes, é considerando um dos maiores do distrito de Aveiro, tendo a seu cargo cerca de 100 inquéritos em curso.
Para além das deficiências estruturais, uma visita rápida às instalações permite, por exemplo, mostrar a inexistência de uma sala de apoio à vítima, corredores e espaços exíguos, acessibilidades por cumprir ou mobiliário obsoleto. A provar a deficiente conceção do edifício, está a falta de condições legais das celas, o que implica que os detidos sejam deslocados para Sangalhos ou Aveiro.
Outra das deficiências graves é o nível de infiltrações de água que o edifício apresenta, incluindo nas camaratas. Em alguns momentos, o facto faz disparar o quadro elétrico, deixando o posto sem comunicações.

05-06-2018 Partilhar Recomendar
17-02-2010
Atraso na construção do Centro de Formação da GNR em Portalegre preocupa PSD
    Cristóvão Crespo denunciou os constantes anúncios de membros do Governo sobre início da obra que, até ao momento, ainda não arrancou.
17-02-2010
Hugo Velosa questiona disparidades das verbas do PIDDAC entre Açores e Madeira
    O deputado denuncia a existência de uma grande diferença entre as verbas definidas para as duas Regiões Autónomas sem que existam motivos que o justifiquem
17-02-2010
Bacelar Gouveia preocupado com homejacking na Região do Algarve
    Deputado do PSD questionou o Ministro da Administração Interna durante a discussão do Orçamento do Estado para 2010
17-02-2010
“Verba para a formação dos agentes é insuficiente”
    Luís Montenegro defende que a verba destinada à formação de novos agentes de segurança pública é insuficiente
05-02-2010
Número de efectivos da GNR de Tondela é insuficiente
    Actualmente com 38 guardas, quando deveriam ser 96
Início Anterior
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas