Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Prospeção de petróleo: PS tem proclamado uma coisa e praticado o seu contrário
José Carlos Barros denunciou a “falta de rigor, transparência e a displicência que têm caracterizado este processo”.
O Parlamento realizou, esta sexta-feira, um debate de atualidade sobre “a dispensa de Avaliação de Impacte Ambiental para furo de prospeção de petróleo ao largo de Aljezur”. Em nome do PSD, José Carlos Barros começou por recordar que esta discussão ganha atualidade, porque o Governo e o PS, nesta matéria, reiteradamente, têm proclamado uma coisa e praticado o seu contrário.
No entender do social-democrata este debate é também sobre credibilidade e confiança, neste caso sobre quebra de confiança. “O Governo e o PS podem ser a favor ou contra a pesquisa e prospeção de petróleo, incompreensível é que, simultaneamente, ou consoante, sejam a favor e sejam contra. Inaceitável é que legislem no sentido de, nestes processos, ser obrigatória a consulta aos municípios e depois ao Governo seja absolutamente indiferente o que os municípios dizem e as posições que adotam. Incompreensível é o Governo dar licença a um furo de pesquisa sem exigir estudo de impacte ambiental, e ao mesmo tempo o PS vir dizer que «é uma vergonha para a defesa do ambiente a decisão da APA de dispensar o estudo de impacte ambiental». Aliás, isso ficou claro quando o Ministro dos Negócios Estrangeiros veio de imediato manifestar concordância à posição da APA, assumindo politicamente o processo”.
Contudo, adianta o deputado, isto não é uma novidade. “Foi assim quando, em dezembro de 2016, o PS/Algarve se congratulava com a decisão governamental de rescindir os contratos para a prospeção de petróleo, e logo a seguir o governo anunciava a autorização inicial para este mesmo furo de pesquisa. Tudo isto ao mesmo tempo em que a Ministra do Mar, nos Estados Unidos, numa ação de promoção, desafiava os grandes investidores internacionais e apresentava a exploração de petróleo offshore como uma oportunidade de investimento no nosso País. Isto, enquanto a consulta pública do título de utilização desta mesma sondagem, no ano passado, recebia 42.000 objeções”.
A terminar, José Carlos Barros enfatizou que o “PSD denuncia, com veemência, esta falta de rigor, esta falta de transparência e a displicência, do ponto de vista da salvaguarda ambiental, que têm caracterizado o processo e que culmina neste episódio, de desrespeito pelos cidadãos que participaram nas consultas públicas, gerador de desconfiança e incerteza, e, portanto, inaceitável, de, no enquadramento que se conhece, dispensar o procedimento de Avaliação de Impacte Ambiental. O Governo ainda está a tempo de emendar a mão. E é isso que se exige”, remata o deputado.

18-05-2018 Partilhar Recomendar
25-02-2010
Miguel Macedo alerta para impacto ambiental no complexo das Sete Fontes de Braga
    Viaduto de acesso ao novo hospital de Braga põe o monumento em risco
22-02-2010
PSD questiona orçamento para a área do Ambiente e do Ordenamento do Território
    Deputados do PSD discutiram na especialidade o Orçamento do Estado para as políticas de ambiente, da conservação da natureza, da biodiversidade, do ordenamento, equilíbrio e coesão do território, da habitação, das cidades e do planeamento
19-02-2010
António Leitão Amaro e Nuno Reis pedem esclarecimentos sobre alteração do Regime Jurídico das Urbanizações e Edificações
    Deputados alertam para efeito de “bomba-relógio” da nova legislação
19-02-2010
OPINIÃO / Crise Social vs Orçamento de Estado
    Poderia começar este artigo pelo orçamento, contudo, vou colocar a tónica na crise social que se arrasta. Aconteceu há dias, entre uma utente e uma assistente social de um dos Centros de Saúde do Algarve – na verdade poderia ter acontecido em qualquer parte do país.
17-02-2010
Bacelar Gouveia preocupado com homejacking na Região do Algarve
    Deputado do PSD questionou o Ministro da Administração Interna durante a discussão do Orçamento do Estado para 2010
10-02-2010
OPINIÃO / Os Castelos da Bandeira Republicana
    Na comemoração dos cem anos da República, importa relembrar o significado da Bandeira Nacional, decretada pela Assembleia Nacional Constituinte a 19 de Junho de 1911, posteriormente, regulamentada por decreto e publicada no nº 150 do “Diário do Governo”, de 30 de Junho de 1911.
Início Anterior
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas