Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Acordo Ortográfico: governo continua a fazer de conta que não há nada para discutir
José Carlos Barros recordou que o PSD entende que há muito a discutir e que por isso propôs a criação de um Grupo de Trabalho sobre esta matéria.
No debate de uma Petição e de uma iniciativa dos comunistas sobre o Acordo Ortográfico, José Carlos Barros começou por, em nome do PSD, saudar os mais de 20.000 peticionários pelo inestimável contributo para a discussão desta matéria.
Para contextualizar estas iniciativas, o deputado começou por lembrar que o Acordo Ortográfico nasceu de um propósito de defesa e valorização da língua portuguesa que ao longo do tempo colheu um quase generalizado consenso político. “Penso que esse consenso alargado no essencial se mantém, ou seja, esse propósito genérico de os Países que partilham a língua portuguesa se empenharem solidariamente na sua defesa e valorização”.
Não obstante, adianta o social-democrata, é conhecido que cedo começaram as polémicas e as discordâncias, e o entendimento crescente de que esse objetivo de «defesa da unidade essencial da língua portuguesa» seria ilusório. “Não é por acaso, portanto, que em finais da primeira década de 2000, se repetiam os apelos à ponderação, numa matéria que, como insistia Vasco Graça Moura, recomendava um profundo debate, de modo a que fossem tomadas todas as precauções que o interesse nacional impunha. Não foi, no entanto, o que aconteceu: numa altura em que se recomendava prudência e debate, uma Resolução do Conselho de Ministros de Janeiro de 2011 determinou a aplicação do Acordo Ortográfico, ou seja, a sua entrada em vigor”.
Com essa aprovação, recorda o parlamentar, o resultado é conhecido: “o Acordo está em vigor no sistema educativo, os manuais escolares foram adaptados à nova ortografia, por outro lado o Acordo não foi ratificado por metade dos países que o subscreveram, em vez da uniformização parecem acentuar-se os problemas de instabilidade ortográfica.”
Face a este cenário, José Carlos Barros declarou que o PSD entende que há muito a discutir e que, por isso, considera “incompreensível e inaceitável a atitude dos Ministros da Cultura e da Educação, ao recusarem-se a responder à solicitação de informação por parte da Comissão de Cultura, no âmbito do Relatório da Petição em debate. Muito a discutir, portanto, e por isso propusemos a constituição do Grupo de Trabalho atualmente em funcionamento no âmbito da Comissão de Cultura, que nos permitirá, no curto prazo, dispor de um ponto de situação pormenorizado sobre os efeitos da aplicação do Acordo. E é também por isso que achamos extemporâneo o Projeto de Resolução agora apresentado pelo PCP”.
A terminar, José Carlos Barros afirmou que o PSD não abandona o “entendimento de que se justificam todos os esforços de envolvimento solidário dos países que connosco partilham esta língua comum, no sentido da sua defesa e valorização; não desconhecemos o que se nos exige, a todos, de ponderação e responsabilidade numa matéria, a vários níveis, sensível. Mas também não queremos, como tem sido a posição do Governo e a posição do PS, fazer de conta que não há nada a discutir quando, na verdade, está um «elefante sentado» no meio da sala”.

22-02-2018 Partilhar Recomendar
26-06-2020
Educação: “as vulnerabilidades económicas não devem ser motivo de exclusão”
    De acordo com Isabel Lopes, o PSD preconiza um Programa de bolsas sociais para evitar o abandono escolar.
26-06-2020
O Ministério da Cultura demonstrou não estar à altura do desafio que a pandemia carrega
    Os deputados do PSD consideram que as respostas à crise no setor “foram curtas, tardias, opacas e nada transversais”.
24-06-2020
Governo não deu às escolas orientações para a preparação do próximo ano letivo
    O PSD avisa que os Agrupamentos de escolas não sabem qual o calendário escolar, nem quais as normas para a constituição de turmas.
24-06-2020
Educação: Governo continua a hipotecar o futuro dos nossos jovens e a comprometer o futuro de Portugal
    O PSD lamenta que o governo seja mais célere a anunciar a realização da Liga dos Campeões em Portugal, do que a anunciar um plano de recuperação para milhares de alunos portugueses.
16-06-2020
Governo deve adotar medidas extraordinárias para as Instituições de Ensino Superior
    O PSD alerta para a necessidade de, no orçamento suplementar, se “responder a esta crise económica e social com mais apoios aos estudantes”, impedindo o abandono escolar.
04-06-2020
Covid-19: PSD defende testes de rastreio aos profissionais dos jardins de infância
    Os deputados do PSD recordam que foi a deteção precoce de “casos positivos de covid-19 entre os profissionais das creches que permitiu travar uma eventual disseminação do vírus”.
18-05-2020
Acesso universal às plataformas digitais no ensino já no próximo ano letivo
   
14-05-2020
Proibição dos festivais: não pode haver dois pesos e duas medidas
    Paulo Rio de Oliveira manifestou as dúvidas do PSD em relação às opções do Governo.
14-05-2020
Alunos do 11.º e 12.º anos podem ficar sem transporte no regresso às escolas
    Os social-democratas recordam os alertas de entidades, operadoras e municípios de todo o país que “afirmam não ter uma resposta capaz para os estudantes”.
06-05-2020
Escolas devem ter todas as condições sanitárias necessárias para a reabertura
    O PSD questionou o Governo sobre que medidas estão a ser tomadas para a nova realidade das escolas.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
14-07-2020 Comissões parlamentares
15-07-2020 Comissões parlamentares
16-07-2020 Comissões parlamentares
17-07-2020 Comissões parlamentares
22-07-2020 Sessão Plenária
23-07-2020 Sessão Plenária
24-07-2020 Comissões parlamentares
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas