Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Animais no circo: PSD acompanha a necessidade de uma mudança de paradigma
Joel Sá recordou que os animais têm desaparecido gradualmente dos espetáculos de circo.
“O PSD reconhece a importância dos Direitos dos Animais consagrados na Declaração Universal dos Direitos dos Animais, proclamada pela UNESCO em 1978. Para os quais já demos abundantes provas na anterior legislatura”. Foi desta forma que Joel Sá iniciou a sua intervenção, esta quinta-feira, no debate de várias iniciativas referentes à utilização e animais nos circos.
De seguida, o social-democrata enfatizou que “o PSD acompanha a necessidade de uma mudança de paradigma no que diz respeito aos espetáculos de circo, designadamente na substituição de animais por arte, uma tendência mundial e irreversível”. Nesse sentido, recorda o parlamentar, em 2009 Portugal deu um passo importante nesse sentido, através de legislação que proíbe a aquisição de novos animais por parte dos promotores de atividades circenses. “Além de impedir a compra de novos espécimes, o diploma impede também a reprodução dos espécimes que as companhias circenses já possuem. Como consequência da legislação em vigor: a manutenção e o uso de grandes símios – chimpanzés, orangotangos, gorilas – em circos, espetáculos e números com animais é imediatamente proibida como contraordenação ambiental muito grave, punível com coima. Os circos que detêm legalmente animais de espécies selvagens cuja detenção seja proibida pela portaria em vigor, passam a estar obrigados a registá-los junto Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade e passam também a estar obrigados a impedir que os mesmos se reproduzam, além de estarem proibidos de adquirir novos animais destas espécies”.
Em face a essas medidas, recorda o social-democrata, os animais têm desaparecido gradualmente nos espetáculos de circo com o fim de vida de cada um deles, sem ser necessária a alteração da Lei vigente. “O que consideramos, sim, ser urgente, é reforçar os meios necessários para que as autoridades competentes possam, de forma eficaz e rigorosa, fiscalizar a aplicação da legislação. O PSD defende a correta aplicação da lei em vigor, tendo sempre em vista a promoção do bem-estar animal”, concluiu Joel Sá.

21-12-2017 Partilhar Recomendar
26-02-2019
Carnaval da Terceira esquecido pelo Governo
    António Ventura refere que parece existir uma estratégia do executivo para o arrastamento do processo.
07-02-2019
PSD confronta governo e Conselho de Administração da RTP com a discriminação dos trabalhadores da RTP-M
    Os deputados eleitos pela Madeira querem saber quais as razões por detrás de mais esta discriminação.
24-01-2019
Proposta do BE para criar a Rede de Teatros e Cineteatros é uma “metáfora do fracasso da política cultural nesta legislatura”
    José Carlos Barros lembrou que o Ministério da Cultura, apesar dos anúncios, não deu um único passo nesse sentido.
09-01-2019
PSD declara apoio à iniciativa que visa legalizar a utilização de obras protegidas por direto de autor em benefício de pessoas cegas
    A posição dos sociais-democratas foi expressa pela deputada Sandra Pereira.
20-12-2018
Lei do Cinema: Ana Sofia Bettencourt destaca importância da “transparência”
    A deputada garantiu que o PSD estará disponível para colaborar na procura das melhores soluções no sentido de garantir: participação, envolvimento e transparência.
19-12-2018
Aprovação do regime especial para os bailarinos só foi possível graças à “não cegueira ideológica do PSD”
    Joana Barata Lopes elogiou o trabalho dos partidos e lamentou que a postura do PSD não seja replicada pela esquerda em outras matérias.
14-12-2018
PSD está preocupado com a conservação da fortificação e sistema muralhado de Castelo de Vide
    Os sociais-democratas questionaram os Ministros das Finanças e da Cultura sobre esta situação.
27-11-2018
“As propostas do PSD para o IVA da cultura eliminam o caracter discricionário e discriminatório do Orçamento”
    José Carlos Barros contestou a diferenciação introduzida pelo governo entre tipos e locais de espetáculos.
30-10-2018
Cultura: média de um Ministro por ano é “a evidência do fracasso da política cultural do governo”
    José Carlos Barros referiu que a “inação” é a marca da governação das esquerdas.
06-07-2018
Touradas: quadro legislativo é adequado e atual
    Joel Sá declarou que os sociais-democratas consideram que “não é oportuno fazer alterações” à atual Lei.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas