Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Maurício Marques apela ao governo para que “pare, escute e olhe”
Em causa a atuação do executivo em relação aos incêndios e às propostas do PSD que teima em rejeitar.
Maurício Marques afirmou que desde o início da chamada reforma florestal que o PSD tem vindo a tentar minorar os danos que a estratégia implementada já teve e vai continuar a ter na floresta portuguesa e nos incêndios florestais. Segundo o deputado, depois dos grandes incêndios de 2016, reconhecendo a sua incapacidade no combate aos fogos, o governo apelou ao consenso e solicitou contributos dos diversos partidos e agentes do setor. Contudo, refere o deputado, “quando ouvimos os representantes dos proprietários florestais, e demais entidades que trabalham a floresta, ficámos a saber que os seus contributos foram ignorados nos diplomas já aprovados. Também as propostas da oposição foram rejeitadas, esquecidas e muitas vezes adiadas de forma grosseira. O governo e a maioria que o suporta não precisa de contributos, tudo sabe, tudo conhece no mundo rural”.
Depois de uma catástrofe anunciada, com as consequências conhecidas, que todos lamentamos, o social-democrata recordou que os partidos da maioria de esquerda foram a correr para as zonas afetadas tentar limpar as suas responsabilidades. “Espera-se, agora, que governo e maioria que o suporta estejam disponíveis para ouvir os apelos que lhe vão chegando dos mais diversos setores. Espera-se, agora, que o governo e a maioria que o suporta estejam disponíveis para acolher as nossas propostas, coisa que não tem acontecido nesta legislatura. Depois de tantas vítimas, de tamanha calamidade, espera-se, agora, que o governo pare, escute e olhe”, apelou o parlamentar.
“Pare de fazer asneiras, como aquelas que fez no combate. Pare de menosprezar o papel dos bombeiros voluntários. Pare de nomear responsáveis para a proteção civil, apenas pelas suas cores partidárias. Escute os proprietários e o setor. Escute os partidos da oposição. Escute os autarcas. Escute aqueles que podem contribuir para uma floresta mais amiga do homem. Escute aqueles valorizam a floresta e a conseguem rentabilizar. Escute aqueles que podem acrescentar valor à floresta, aqueles que dela cuidam e que podem contribuir para uma melhor prevenção florestal. Olhe para as vítimas, prestando-lhe o apoio que lhe é devido, minimizando o seu sofrimento. Olhe para aqueles que sofrem na pele os acontecimentos recentes. Olhe para a reflorestação que prometeram apoiar”.
Além disso, concluiu o deputado, espera-se que o governo “olhe também para o futuro imediato, para as chuvas que hão-de vir, para as enxurradas de cinza, para contaminação das linhas de água. Mas olhe também para as inundações que inevitavelmente vão ocorrer”.

29-11-2017 Partilhar Recomendar
06-12-2017
“Este é um governo sozinho e esgotado”
    Hugo Soares afirmou que em questões estruturais o governo não pode contar com BE e PCP e questionou António Costa sobre o Infarmed e sobre o “flick flack à retaguarda” do PS em relação ao imposto das renováveis.
29-11-2017
Nuno Serra acusa a esquerda de não valorizar os territórios de baixa densidade populacional
    O deputado apelou à implementação de reformas que criem condições para atrair mais população e empresas para estas regiões.
29-11-2017
Incêndios: “alguém acha razoável o Estado ir cobrar impostos às pessoas que perderam as suas casas?”
    Margarida Balseiro Lopes criticou a esquerda por ter chumbado a proposta do PSD de isenção de IMI a quem perdeu a sua casa.
29-11-2017
Incêndios: PSD propõe a criação de um programa nacional de apoio à recuperação do parque habitacional afetado
    A iniciativa dos sociais-democratas foi apresentada pela deputada Berta Cabral.
29-11-2017
PSD apresenta propostas para apoiar as empresas e os territórios que foram atingidos pelos incêndios
    Luís Leite Ramos frisou que estas medidas são urgentes e visam resolver problemas que afetam empresas e populações.
29-11-2017
PSD quer prestar Justiça a todas as vítimas dos incêndios deste ano
    Fernando Negrão apresentou 8 iniciativas dos sociais-democratas que visam impedir que o horror se repita.
23-11-2017
Incêndios: é tempo de apoiar as populações e empresas atingidas
    Margarida Balseiro Lopes apresentou as propostas do PSD que passam pela isenção de IMI para os edifícios atingidos e pela isenção do pagamento especial por conta.
22-11-2017
Incêndios: PSD propõe alívio fiscal para empresas atingidas
    Susana Lamas apresentou a iniciativa que visa isentar as empresas, durante 3 anos, de contribuições à segurança social.
03-11-2017
Nuno Serra quer saber qual o reforço previsto no Orçamento para a floresta e para a prevenção
    O Vice-Presidente da bancada do PSD questionou o Ministro das Finanças sobre esta matéria.
02-11-2017
Desde 2016 que o governo reduz as verbas destinadas à prevenção e combate aos incêndios
    Carlos Abreu Amorim recordou que nem nos anos da troika esse valor foi tão reduzido.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas