Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Orçamento da Justiça suscita conjunto de questões pela parte do PSD
Sociais-democratas questionaram o Ministro sobre o Orçamento e outras questões relativas à Justiça

Fernando Negrão afirmou, esta quarta-feira, que “o PSD está particularmente preocupado com a questão da justiça em Portugal”, particularmente no que diz respeito às relações da justiça com a política e comunicação social. Com esta chamada de atenção, o social-democrata pretende alertar para a necessidade e importância de discutir os problemas da justiça no campo das soluções.

Durante a discussão na especialidade do Orçamento do Estado para o Ministério da Justiça, Fernando Negrão aproveitou para questionar o Ministro sobre o Mapa Judiciário. Segundo o deputado, o “Mapa Judiciário foi anunciado como a solução para os problemas da justiça e, apesar da discordância levantada, o Governo aprovou-o”. Contudo, apesar do Governo considerar esta uma grande medida, ela foi adiada para 2014. O deputado quis saber as razões para o adiamento daquela que diziam ser a “grande solução para a justiça”. Ainda sobre o Mapa Judiciário, o social-democrata lembrou que estava previsto criar gabinetes de apoio, contudo, até agora, nenhum está em funcionamento.

Seguiu-se uma questão sobre as comarcas piloto. Fernando Negrão recordou que estava prevista uma avaliação ao funcionamento das 3 comarcas piloto até ao final de Fevereiro e questionou o Ministro a fim de saber se esse calendário será cumprido.

Fernando Negrão terminou a sua intervenção referindo-se àquilo a que considera ser exemplo de uma incorrecta utilização do Orçamento: a inexistência de um auditório no novo Campus da Justiça de Lisboa e o atraso da entrada em funcionamento do Tribunal de Trabalho de Viana do Castelo.

Na bancada do PSD seguiu-se a intervenção de Carlos Peixoto que questionou o Ministro sobre as constantes fugas ao segredo de justiça. O deputado lembrou que o Ministro pediu ao Procurador-Geral da República que indicasse algumas medidas para o combate à fuga ao segredo de justiça e que em resposta, o PGR afirmou não conseguir fazer nada para o combater. Carlos Peixoto perguntou ao Ministro se este se iria resignar-se perante a questão ou se vai procurar novas formas de combater este problema.

Relativamente à morosidade da justiça, o social-democrata lembrou que o Estado Português foi condenado, pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, a pagar uma indemnização pelos atrasos na decisão relativa a um processo. O deputado pediu ao Ministro da Justiça para indicar algumas medidas para combater a morosidade da justiça. A falta de meios humanos neste sector também mereceu a atenção de Carlos Peixoto. O deputado alertou para o facto de terem sido abertos concursos para contratação de mais profissionais para este sector mas não terem sido abertas vagas nos tribunais onde existem maiores carências.

Para terminar, o deputado referiu que as Grandes Opções do Plano não fazem qualquer referência a medidas para o combate à corrupção. Carlos Peixoto perguntou ao Ministro se esta ausência a este tema se deve ao facto do Governo não apostar nesta área ou se está em causa um lapso.

A terminar as intervenções da bancada do PSD esteve Miguel Macedo. O deputado declarou a diferença de opinião que existe entre os sociais-democratas e o PS no que refere à privatização dos notários e à sua eficácia. Para Miguel Macedo, os notários privados conseguiram responder muito bem aos problemas que foram surgindo. Por fim, Miguel Macedo questionou o Ministro a fim de saber se o Governo encara ou não a possibilidade de reunir numa única estrutura os serviços de perícia, à semelhança do que sucede na medicina legal e no laboratório de polícia científica.

24-02-2010 Partilhar Recomendar
Fernando Negrão questiona Ministro da Justiça sobre o Orçamento do Estado para 2010
Carlos Peixoto questiona Ministro da Justiça sobre o Orçamento do Estado para 2010
Miguel Macedo questiona Ministro da Justiça sobre o Orçamento do Estado para 2010
Fernando Negrão pede esclarecimentos adicionais ao Ministro da Justiça
19-07-2019
Lei do lobbying: este é o momento de parar para pensar
    Após o veto do Presidente da República, Álvaro Batista afirmou que o PSD prefere esperar 3 meses e decidir bem, do que correr o risco de correr mal.
19-07-2019
Emília Cerqueira louva trabalho desenvolvido pela Provedora de Justiça
    No debate do Relatório Anual, a deputada destacou a forma como a Provedora tratou o processo de indemnização às vítimas dos incêndios.
04-07-2019
Parlamento define princípios gerais de atribuição de abonos para apoio à atividade política dos deputados
    António Leitão Amaro afirmou que a solução encontrada resolve os problemas identificados, mas enfatizou que esta não era a solução defendida pelo PSD.
04-07-2019
Transparência: governo é o maior responsável pelo clima de descrédito que incide sobre os políticos
    No entender de Paulo Rios de Oliveira, o executivo socialista continua a ser parte do problema.
04-07-2019
Regime jurídico do acesso ao direito e aos tribunais nunca foi prioritário para o governo
    Andreia Neto adianta ainda que a proposta do executivo menoriza os advogados portugueses.
04-07-2019
Ao final de quatro anos, governo começa finalmente a identificar problemas
    Sara Madruga da Costa falava a propósito dos problemas no Instituto Nacional de Medicina Legal e nas perícias medico legais em Portugal.
04-07-2019
“Portugal continua a figurar nos relatórios internacionais como um mau aluno em matéria de combate à corrupção”
    Rui Cruz refere que o governo “não soube, ou não quis, dar mais força, profundidade e eficácia à investigação criminal”.
04-07-2019
Proposta do processo de inventário foi prometida durante 4 anos
    Emília Cerqueira considera que, ao apresentar a proposta nos últimos dias dos trabalhos parlamentares, o governo demonstra que afinal não o pretendia aprovar.
02-07-2019
PSD propõe a criação de uma Comissão para preparar o Futuro
    Margarida Mano lembrou que os deputados estão no Parlamento “para servir o Presente e preparar o Futuro”.
21-06-2019
“Este governo menosprezou a justiça”
    Emília Cerqueira enfatizou que estamos perante um “governo que não age por ação, só por reação”.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas