Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Números do Governo confirmam as preocupações do PSD e exigem urgente reprogramação do PRODER
A agricultura portuguesa está em risco de perder fundos comunitários.

Em resposta à pergunta apresentada pelos Deputados do PSD na Comissão de Agricultura, Desenvolvimento Rural e das Pescas, o Governo divulgou a execução financeira do Programa de Desenvolvimento Rural (PRODER), detalhada por acção e medida, reportados a 25 de Junho de 2010.

Os números enviados agora pelo Governo confirmam níveis preocupantes da taxa de execução deste programa fundamental para a agricultura nacional.

Resulta dos números enviados pelo Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e das Pescas, na sequência da insistência dos parlamentares do PSD, a conclusão inequívoca que existe um risco sério de Portugal perder fundos comunitários do PRODER se os que já estão comprometidos não forem utilizados até ao fim do ano, tal como afirmou recentemente o Comissário Europeu da Agricultura, Dacion Ciolos.

Recorde-se que o PRODER deveria estar em execução desde 1 de Janeiro de 2007 e concluído em finais de 2013 (ou 2015, aplicando a regra comunitária n+2), com uma dotação inicial de 3,6 mil milhões de euros de fundos comunitários, no âmbito do FEADER - Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural, a que deveria corresponder uma despesa pública total no sector agrícola de 4,6 mil milhões de euros.

Os dados agora divulgados, passados 3 anos e meio de implementação do PRODER, registam um nível execução médio abaixo dos 20%, valor particularmente baixo quando consideramos o ainda mais reduzido nível de concretização de acções relevantes para o desenvolvimento e competitividade da agricultura nacional.

Como exemplos da baixa execução nota-se que acções centrais do programa como o «restabelecimento do potencial produtivo», com apenas 16%, a «modernização e capacitação das empresas», com 9%, ou os apoios à «instalação de jovens agricultores», com 14% de execução.

Um elevado número de acções definidas como prioritárias pelo Governo atinge o valor zero (0) de concretização.

Em circunstâncias normais o PRODER deveria apresentar hoje uma taxa global de execução próxima de 35% (no cenário de execução até 2015) ou de 50% (no cenário até 2013). Em qualquer dos casos, estamos a falar num desvio médio (leia-se desinvestimento) de fundos comunitários colocados à disposição dos agricultores portugueses num valor próximo de mil milhões de euros.

Esta é a factura que o País Agrícola está a pagar pela incompetência do Governo Socialista

Face às baixas taxas de execução do Programa o PSD exige a urgente reformulação do PRODER, tal como já afirmou durante a discussão do OE, sob pena de Portugal perder a derradeira oportunidade para relançar o crescimento da Agricultura, que vive um dos períodos mais críticos das últimas décadas, com perdas de rendimento superior a 13%, valores registados em finais de 2009 face a igual período de 2008.

08-07-2010 Partilhar Recomendar
08-07-2020
O Governo não tem uma estratégia para a agricultura nacional
    Os deputados do PSD consideram que os discursos da Ministra revelam uma "desorientação preocupante".
07-07-2020
“A tauromaquia constitui uma atividade de especial relevância histórica, cultural e socioeconómica”
    Fernanda Velez revelou que uma sondagem apurou que 86,7% dos portugueses não são contra as touradas.
30-06-2020
PSD quer ouvir gestora do PDR2020 que o Governo quer afastar
    Os sociais-democratas consideram que a decisão do Executivo suscita “dúvidas quanto à oportunidade”.
09-06-2020
Partidos da esquerda querem “colocar agricultores contra agricultores”
    Emília Cerqueira criticou o comportamento destes partidos, sobretudo quando o INE revela que as exportações de bens de consumo caíram 40% em abril.
09-06-2020
Agricultura: PSD enaltece trabalho dos produtores que não baixaram os braços durante a pandemia
    Os sociais-democratas lembram que mesmo durante o estado de emergência os produtores continuaram a investir nas suas produções.
27-05-2020
Covid-19: Ministério da Agricultura não injetou um único euro de novas verbas no setor
    Um dia após a audição da Ministra no Parlamento, Emília Cerqueira afirmou que o executivo se limitou a apresentar linhas de crédito e adiantamentos da PAC.
13-05-2020
Covid-19: Setor agrícola não está a receber os apoios necessários
    Emília Cerqueira lamenta que o governo não esteja a apoiar devidamente o setor agrícola.
09-04-2020
Covid-19: Apoios ao setor vitivinícola podem não ser suficientes
    Numa pergunta dirigida à Ministra da Agricultura, os social-democratas consideram que a fileira do vinho deve ter um acompanhamento profundo, ativo e inovador por partes das políticas públicas.
03-04-2020
PSD pede explicações ao Governo sobre setor agroalimentar e dissolução da direção do IFAP
    Os deputados do PSD questionaram a ministra da Agricultura sobre medidas a implementar, de forma rápida e eficaz, para apoiar os agricultores e produtores nacionais.
13-03-2020
O PSD tem lutado, muitas vezes quase sozinho, contra os ataques ao mundo rural
    Emília Cerqueira garante que os sociais-democratas pretendem evitar propostas que são “ataques e atentados” à produção nacional.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas