Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“O governo é o campeão das cativações que prejudicam gravemente o Serviço Público de Educação”
Segundo Germana Rocha essas cativações provocam falhas no apoio aos Agentes Educativos e aos alunos com Necessidades Educativas Especiais.
O Parlamento apreciou, esta quinta-feira, uma Petição da iniciativa da Federação das Associações de Pais do Concelho de Vila Nova de Gaia, que solicita uma resposta urgente e efetiva na colocação de assistentes operacionais nas escolas públicas portuguesas. Germana Rocha, numa intervenção em nome do PSD, começou por saudar os peticionários e por lamentar que a resposta dada pelo governo tenha sido o início de mais um ano letivo marcado pela Grave Falta de Recursos Humanos.
De seguida, a parlamentar recordou que o governo está em funções há três anos e não há três dias, como parecem fazer crer os partidos à esquerda ao apresentarem semelhantes recomendações ao governo. Pior ainda, adianta, “este governo é nada mais nada menos que o campeão das cativações que... (ver mais)
Partilhar  
Pensões: introduzir equidade no sistema é o mais importante
Mercês Borges alertou para a importância de se corrigir as injustiças existentes sem que se criem novas.

Partilhar  
Ana Sofia Bettencourt: “temos um governo que ilude, engana e manipula”
Ana Sofia Bettencourt afirmou que o governo “assina e não cumpre, engana e não assume”.
Num debate sobre o arranque do ano letivo, Ana Sofia Bettencourt foi perentória em afirmar que “temos um governo que ilude, que engana e que manipula”. De acordo com a deputada, a área da educação é paradigmática nesta matéria: “temos um governo que ilude professores e os partidos que o apoiam também iludem os professores; temos um governo que manipula as famílias; e temos um governo que engana a opinião pública”.
Face a este cenário, a parlamentar deixou um agradecimento em nome dos sociais-democratas: “o PSD quer agradecer a professores, alunos, famílias e funcionários que, apesar das adversidades, conseguiram iniciar o ano letivo com alguma tranquilidade”.
No que respeita à atuação do executivo, Ana Sofia Bettencourt referiu que o governo só quer “parangonas... (ver mais)
Partilhar  
Bloco de Esquerda faz críticas públicas enquanto negoceia o Orçamento em privado
Álvaro Batista quis saber qual o grau de arrependimento dos bloquistas com esta solução governamental.
Após escutar uma intervenção do BE com críticas ao sector da educação, Álvaro Batista afirmou não saber se devia elogiar a coragem da deputada, “ou criticar a sua desfaçatez por trazer aqui este tema”. Segundo o deputado, “os problemas da escola, é verdade, são imensos. Há um problema de subfinanciamento crónico. Há uma explosão de trabalho precário nas escolas. Há uma inaceitável falta de qualidade nas refeições escolares. Há uma falta crónica de assistentes operacionais. Há promessas por cumprir aos professores. Há escolas sem instalações desportivas. Mas a questão é esta: nós temos um governo do PS que governa exclusivamente porque tem o apoio do BE e do PCP. Portanto, quem apoia este governo tem também de ser responsável pelos problemas que há na escola”.
Face... (ver mais)
Partilhar  
Não basta anunciar a transparência, é preciso praticá-la
José Silvano estranhou a escolha do tema levado a debate pelos socialistas e sublinhou que a utilização da transparência como bandeira política é um mau princípio.

Partilhar  
Saúde: “a realidade contraria a propaganda do governo”
Ricardo Baptista Leite considerou “antissocial e totalmente incompreensível” a decisão do governo de excluir todos os doentes com necessidades paliativas da Rede Nacional de Cuidados Continuados.
Ricardo Batista Leite alertou, esta quinta-feira, para a decisão do governo de excluir todos os doentes com necessidades paliativas da Rede Nacional de Cuidados Continuados. Considerando que se trata de uma decisão “antissocial e totalmente incompreensível”, o social-começou por recordar que a Organização Mundial de Saúde define os cuidados paliativos como os cuidados que visam melhorar a qualidade de vida e aliviar o sofrimento dos doentes e das suas famílias, que enfrentam problemas decorrentes de uma doença incurável e/ou grave e com prognóstico limitado. “Do ponto de vista político, os méritos e a necessidade dos cuidados paliativos têm sido unanimemente reconhecidos por todos os partidos com assento parlamentar, incluindo o PS, o PCP e o BE. Infelizmente, as... (ver mais)
Partilhar  
Plano Nacional de Investimento: Emídio Guerreiro assinada a “hipocrisia dos socialistas”
O deputado acusou o governo de procurar disfarçar o insucesso do executivo no que toca ao investimento público.
No encerramento do debate sobre o Plano Nacional de Investimento, Emídio Guerreiro realçou a “hipocrisia dos socialistas” ao agendarem este tema. De acordo com o Vice-Presidente da bancada do PSD, trata-se de uma hipocrisia o PS vir, “feito lobo com pele de cordeiro”, apelar à direita e à esquerda a um consenso que sistematicamente recusou, fazendo de conta que durante 3 anos não zurziu naquilo que é o Plano Nacional de Investimentos que existe, colocando-o em causa sistematicamente, sem fazer a avaliação. “Este debate não pode servir para esquecer, disfarçar e esconder aquilo que é o verdadeiro insucesso deste governo no que toca ao investimento público”.
Recordando que os valores do investimento público deste governo são inferiores aos registados em 2015, apesar... (ver mais)
Partilhar  
O governo tem sacrificado o investimento público para cumprir as metas do déficit
Virgílio Macedo enfatizou que todos os partidos que apoiam parlamentarmente este governo são cúmplices deste desinvestimento.
“Podíamos chamar a este debate, o debate da má consciência. O debate da má consciência do PS e do Governo em relação ao investimento público. Quando no final de 2015, esta maioria e este governo, se apresentaram aos portugueses, apresentaram-se como os arautos do investimento público. O investimento público iria ser um fator chave e determinante, para o crescimento económico. Hoje passados três anos de governação todos podemos comprovar que essa retórica, era mesmo apenas isso: só retórica. A prática deste Governo tem sido todo o seu contrário”. Foram estas as palavras iniciais de Virgílio Macedo no debate sobre o “Plano Nacional de Investimento”.
De seguida, o social-democrata confrontou o Ministro do Planeamento e das Infraestruturas com os números que,... (ver mais)
Partilhar  
Carlos Silva: os portugueses estão fartos da propaganda do governo
O social-democrata considera que o executivo vai ficar conhecido “como o governo do agora é que é”.
No debate sobre o "Plano Nacional de Investimento", Carlos Silva enfatizou que esta é uma matéria que deve revestir-se de uma profunda reflexão estratégica acerca do futuro de Portugal. “Este é um exercício da maior importância e será mais bem concretizado quanto maior foi o grau de envolvimento de todos os atores políticos económicos e sociais”.
Contudo, lamenta o social-democrata, não tem sido essa a prática do governo. De resto, adianta o parlamentar, é entendimento do PSD que “para que haja consenso em torno destas matérias é necessário dar início a um outro debate, que era o que esperávamos que o PS aqui trouxesse hoje. Um debate de balanço daquilo que tem sido o Programa de Investimentos 2020 que se encontra praticamente a entrar no seu último ano de execução... (ver mais)
Partilhar  
Com as esquerdas no governo Portugal registou o mais baixo investimento público dos últimos 20 anos
Joel Sá considera que estamos perante “3 anos perdidos”.
Joel Sá afirmou compreender a necessidade do PS de agendar um debate sobre o Plano Nacional de Investimento, pois passado 3 anos de um governo PS, BE, PCP e PEV, Portugal registou o mais baixo investimento público dos últimos 20 anos. “3 anos perdidos, só de anúncios, discursos e muitas queixinhas”, considerou o parlamentar.
De acordo com o deputado, além dos portugueses, que sentem todos os dias esta falta de investimento, o próprio FMI veio confirmar estes dados e afirmar que o défice tem baixado à custa dos cortes no investimento, tudo isto com o apoio de comunistas e bloquistas.
De seguida, o parlamentar alertou para a disparidade entre os valores orçamentados e os valores executados, onde se verificam taxas de execução muito reduzidas. Neste âmbito, o... (ver mais)
Partilhar  
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas